Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petrobras cresce e Vale encolhe na nova carteira da Bovespa

SÃO PAULO (Reuters) - As ações da Petrobras e da BM&F Bovespa devem aumentar sua participação no principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo no início de 2009, enquanto a fatia dos papéis da Vale deve diminuir. De acordo com a primeira prévia do Ibovespa para o período de janeiro a abril, divulgada nesta segunda-feira, a nova carteira deve seguir com os 66 ativos atuais.

Reuters |

Mas a representatividade das ações do índice deve mudar. Em conjunto, o peso das ações da Petrobras vai crescer dos atuais 18,2 por cento para 19,4 por cento, indica a prévia. O papel preferencial da companhia sai de 15,4 para 16,4 por cento, segundo a projeção, fortalecendo-se como a mais importante do mercado acionário doméstico.

Ao mesmo tempo, BM&F Bovespa vai evoluir de 3,91 por cento para 4,51 por cento, consolidando a terceira posição entre os papéis mais importantes do índice. Vale, em contrapartida, vai encolher de 12,6 para 12 por cento, mantendo a vice-liderança no Ibovespa.

Os grandes bancos nacionais também vão ganhar força com a revisão quadrimestral da carteira. Bradesco deve ampliar sua participação de 3,55 para 3,7 por cento. Itaú tende a crescer de 3,19 para 3,39 por cento.

O mesmo deve acontecer com as grandes fabricantes de aço. Companhia Siderúrgica Nacional deve avançar de 3,26 para 3,47 por cento. Gerdau vai evoluir de 2,87 para 3 por cento.

Em contrapartida, a fatia das empresas do setores aéreo, de telefonia, que já é pequena, vai cair ainda mais.

(Por Aluísio Alves)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG