O presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, afirmou hoje, durante inauguração da primeira unidade de biodiesel da Petrobras, em Candeias (BA), que os ataques ao biocombustível são equivocados. São equivocados porque atribuem ao programa de biocombustível, críticas que não lhe cabem, afirmou, em discurso de abertura da cerimônia de inauguração.

Gabrielli aproveitou a ocasião para destacar a liderança do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à frente dos programas de biocombustíveis, seja em relação ao biodiesel ou ao etanol. "O presidente é um batalhador a favor dos biocombustíveis, e tem desempenhado papel fundamental no combate aos equívocos, provenientes de diferentes fontes, que lhe são atribuídos", disse, referindo-se principalmente às críticas internacionais de que estes programas contribuem para a falta de alimentos e a inflação dos mesmos.

Gabrielli lembrou que a Petrobras está avançando na tecnologia para o etanol e para o biocombustível. "Esta 'planta' é um exemplo disso. É uma unidade altamente tecnológica, altamente desenvolvida. E nos dará informações fundamentais para continuarmos desenvolvendo estes programas que têm como principal tarefa estimular e incentivar a criação de uma enorme rede de agricultura familiar."

Além da inauguração da unidade, a Petrobras também empossou hoje o novo presidente da Petrobras Biocombustível, Alan Kardec, e a diretoria da nova empresa subsidiária da estatal, que ficará responsável por estas atividades. "Com a constituição desta empresa, acreditamos ter instrumento para fazer crescer a agricultura familiar, e desenvolver a cadeia do biocombustível, contribuindo para o conseqüente desenvolvimento da humanidade, na medida em que vamos produzir um combustível mais limpo", disse.

Vídeo técnico

O presidente Lula sugeriu à Petrobras que elabore um vídeo técnico sobre o funcionamento da usina da Petrobras Biocombustível, inaugurada hoje em Salvador, para divulgá-la no exterior e, desta forma, ajudar no debate internacional sobre biocombustíveis que, segundo o presidente "está muito nervoso". "É preciso mostrar tudo isso de forma bem didática", comentou o presidente, empenhado na campanha em defesa do biocombustível pelo mundo.

Lula, que visitou as instalações da nova usina na manhã de hoje, esteve acompanhado dos ministros da Casa Civil, Dilma Rousseff, de Minas e Energia, Edison Lobão, e da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, além do governador da Bahia, Jaques Wagner.

A obra da Petrobras Biocombustível foi iniciada em fevereiro de 2007 e é a primeira usina de produção comercial de biodiesel da nova empresa, que vai produzir 57 milhões de litros anuais de biocombustível.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.