Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petrobras adia retomada de produção de plataforma P-34

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras informou na quarta-feira que vai retardar a retomada de produção da plataforma P-34, suspensa no domingo após um acidente, devido à necessidade de procedimentos como inspeções, perícia e auditoria pelos órgãos compententes. Na noite do dia 4, uma falha em uma válvula de bloqueio da plataforma, no campo de Jubarte, na bacia de Campos, provocou a morte de um funcionário terceirizado da Petrobras que trabalhava para a UTC Engenharia. Outros dois funcionários também ficaram levemente feridos.

Reuters |

Segundo a Petrobras, as intensas chuvas que estão caindo na região têm dificultado a realização desses procedimentos legais e não há previsão para o reinício da produção. A expectativa anterior era de um retorno da operação nesta quarta-feira.

Antes do acidente, a P-34 produzia média de 40 mil barris diários, sendo 15 mil barris extraídos da camada pré-sal desde setembro do ano passado.

A P-34 foi a primeira plataforma a produzir no pré-sal, uma extensa área com reservatórios gigantes de petróleo e gás natural que se estende pela costa brasileira do Espírito Santo a Santa Catarina e pode colocar o Brasil entre os grandes produtores nos próximos anos.

Em 2002, a mesma unidade, que já produzia petróleo na camada pós-sal, havia adernado 40 graus em menos de meia hora devido a uma pane elétrica que desequilibrou a plataforma.

(Por Denise Luna)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG