Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Petrobras aceita mudar contrato de exploração no Equador

Quito, 7 ago (EFE).- A Petrobras aceitou hoje negociar diretamente com o Governo equatoriano uma mudança no contrato para a exploração de um bloco de petróleo no país, a partir da qual a estatal brasileira deixará de ter uma participação no negócio para se tornar uma prestadora de serviços.

EFE |

O ministro de Minas e Petróleo do Equador, Galo Chiriboga, fez o anúncio em uma entrevista coletiva, na presença de Décio Odone, diretor-geral e executivo da Petrobras, e de outros dois altos funcionários da empresa, após uma reunião que estes tiveram com o presidente do país, Rafael Correa.

Atualmente, o bloco de petróleo em torno do qual giram as negociações produz 32.000 barris ao dia, embora haja investimentos em curso para aumentar sua produção em 5.000 barris diários, disse Chiriboga.

O ministro equatoriano frisou que, nos contatos com as petrolíferas, um dos pontos mais delicados está relacionado à renúncia ao direito de travar possíveis batalhas com o Estado no Centro Internacional para Arbitragem de Disputas sobre Investimentos (Ciadi).

Nesse órgão, ligado ao Banco Mundial, o Equador já enfrenta nove empresas estrangeiras, além de três outras em diferentes tribunais.

Por conta disso, o Governo equatoriano disse que só negocia com empresas que aceitem travar disputas com o Estado em cortes latino-americanas. EFE sm/sc

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG