Os preços dos contratos futuros do petróleo são negociados em baixa, abaixo de US$ 85 por barril, pressionados novamente pela preocupação dos investidores com o nível elevado dos estoques norte-americanos da commodity. Às 12h56 (de Brasília), o contrato futuro do petróleo tipo WTI com vencimento em maio negociado na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês) caía 0,61%, para US$ 84,87 por barril, com máxima de US$ 86,37 e mínima de US$ 84,54 ao longo da sessão.

Os preços dos contratos futuros do petróleo são negociados em baixa, abaixo de US$ 85 por barril, pressionados novamente pela preocupação dos investidores com o nível elevado dos estoques norte-americanos da commodity. Às 12h56 (de Brasília), o contrato futuro do petróleo tipo WTI com vencimento em maio negociado na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês) caía 0,61%, para US$ 84,87 por barril, com máxima de US$ 86,37 e mínima de US$ 84,54 ao longo da sessão. Em Londres, o contrato futuro do petróleo tipo Brent com vencimento em maio recuava 0,26%, para US$ 84,59 por barril.<p><p>Operadores afirmaram que o aumento nos estoques de petróleo dos Estados Unidos, assim como os sinais de demanda fraca por combustíveis no país, não justificam o avanço dos preços para os picos recentes. "Estamos gradualmente saindo da recessão, mas o valor do barril flutua como se a economia estivesse em forte expansão", disse Tom Bentz, operador e analista do BNP Paribas em Nova York. Os estoques norte-americanos de petróleo estão subindo há 10 semanas e superam a média dos últimos cinco anos, enquanto os estoques de gasolina encontram-se próximos do nível mais alto em 17 anos. As informações são da Dow Jones.
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.