SÃO PAULO - Pela terceira vez consecutiva, o Índice de Sentimento dos Especialistas em Economia (ISE) apresentou queda em relação ao mês imediatamente anterior. Em outubro, o indicador recém criado pela Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio) atingiu 98,7 pontos, o que significa uma piora de 12,3% na avaliação dos entrevistados quanto ao cenário econômico.

A percepção dos economistas quanto ao presente piorou 11,3% na comparação com o índice de setembro, para 82,2 pontos, provavelmente influenciada pelo agravamento da crise, já que as entrevistas foram feitas entre os dias 1 e 10 de outubro. Para o cenário esperado para daqui um ano, houve queda maior ainda, de 13,2%, para 90,8 pontos.

Dos temas avaliados pelos economistas, o que apresentou maior crescimento do pessimismo foi justamente o do cenário internacional, que caiu de 108,3 pontos em setembro para 69,8 pontos em outubro. A percepção dos economistas quanto ao nível de atividade interna também sofreu um golpe de pessimismo, caindo de 143,2 pontos para 120 pontos. Essa avaliação, porém, ainda é considerada otimista por estar acima do patamar de 100 pontos.

Os 100 entrevistados que participaram da pesquisa também pioraram suas avaliações para nível de emprego, taxa de juro, taxa de câmbio e gastos públicos. Na avaliação da inflação, houve otimismo para as condições atuais e pessimismo para o futuro. O único tópico pesquisado que contou com uma avaliação positiva dos economistas foi quanto à oferta de crédito ao consumidor, com a elevação de 87,4 pontos registrados em setembro para 104,3 pontos em outubro.

O ISE foi lançado em junho pela Fecomercio e sua pontuação varia numa escala de 0 a 200 pontos. Seu objetivo é refletir o nível de otimismo ou pessimismo dos especialistas, tanto em relação ao quadro atual, como também quanto às suas perspectivas para o futuro. Um grupo de nove temas é avaliado por cada entrevistado, contribuindo para um resultado mais preciso do indicador.

(Adilson Fuzo | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.