SÃO PAULO - Preços mais baixos não contribuíram para salvar a temporada de vendas de fim de ano nos Estados Unidos. Pesquisa divulgada ontem pelo Wall Street Journal (WSJ) mostrou que, apesar das compras de última hora incentivadas por grandes descontos, as vendas no varejo americano excluindo automóveis diminuíram 5,5% em novembro e cederam 8% em dezembro até a véspera do Natal.

Os dados são do SpendingPulse, unidade da MasterCard Inc. A queda nas vendas foi muito pior do que o quadro ruim já vislumbrado. "Houve uma grande contração no gasto do consumidor", avaliou Michael McNamara, vice-presidente de Pesquisa e Análise do MasterCard Advisors em entrevista ao jornal na véspera de Natal.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.