SÃO PAULO - Quase 30% dos empresários brasileiros esperam uma queda do faturamento no primeiro trimestre deste ano, enquanto outros 35% projetam estagnação nos ganhos com vendas. Dados da Serasa Experian mostram apenas 36% dos entrevistados na pesquisa de expectativa empresarial ainda apostam em aumento do faturamento. No mesmo período de 2008, a pesquisa mostrava que 61% dos empresários estavam otimistas em relação às vendas para o período.



Assim como já mostraram outros levantamentos, os industriais são os mais pessimistas, já que apenas 30% esperam aumento dos ganhos. Em serviços e comércio essa fatia de otimistas é de 38% em cada um.

Com poucos acreditando em aumento da receita, diminui também o grupo de interessados em elevar investimentos. A parcela dos que não estão investindo neste momento somam 57% do total. Destes, 87% não pretendem investir no primeiro trimestre deste ano.

Dentre o grupo de 43% que está tocando investimentos no momento, apenas metade planeja elevar os aportes em relação ao ano passado, ante 66% dos entrevistados da pesquisa do início de 2008.

A percepção sobre oferta de crédito tanto para empresas como para consumidores também é de queda para estes três primeiros meses do ano, segundo avaliação de 43% dos entrevistados.

Nas projeções para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) neste ano, os empresários se mostram mais divididos: 37% acreditam que haverá expansão entre 2% e 3% e outros 35% apostam em alta entre 1% e 2%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.