Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Perspectivas ruins derrubam mercados da Ásia pela 2a vez

Por Eric Burroughs HONG KONG (Reuters) - As bolsas de valores da Ásia fecharam em queda pela segunda sessão consecutiva nesta quarta-feira refletindo as fracas perspectivas de lucro das empresas que ilustram os danos provocados pela desaceleração econômica sobre as companhias e os consumidores.

Reuters |

"O pior da crise pode ter passado, mas agora enfrentamos esse problema... não sabemos o quanto a economia irá se deteriorar e onde estará o fundo do poço", afirmou Koichi Ogawa, gerente-chefe de portfólio da Daiwa SB Investments, em Tóquio.

O índice MSCI de ações da Ásia, excluindo o Japão, cedia 1,17 por cento, para 238 pontos, por volta das 7h46 (horário de Brasília).

O volume de negócios foi baixo, já que muitos investidores continuam evitando operar.

No Japão, o índice Nikkei, da bolsa de valores de TÓQUIO, fechou em queda de 1,29 por cento, a 8.695 pontos. O volume de negócios foi o menor em seis semanas. A queda foi puxada pelo comportamento das ações ligadas ao setor de commodities.

Em HONG KONG, a bolsa local caiu 0,73 por cento, numa sessão bastante volátil. Empresas da área de construção civil puxaram o índice para o terreno negativo.

Na Austrália, o índice S&P/ASX 200 de SYDNEY teve desvalorização de 0,85 por cento, refletindo a queda das ações de commodities.

Em TAIWAN, o índice acionário local fechou em queda de 0,5 por cento, afetado pela queda das ações do setor financeiro.

Na contramão, a bolsa de XANGAI conseguiu encerrar a sessão com leve alta de 0,84 por cento, onde ações de financeiras e empresas do setor de construção civil conseguiram ter um desempenho positivo, ainda influenciadas pelo anúncio de um pacote de estímulo econômico pelo governo de Pequim.

SEUL recuou 0,43 por cento, CINGAPURA se desvalorizou 1,27 por cento

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG