Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Performance superior do A380 pode ameaçar nova versão do Boeing 747, diz presidente da Emirates

SÃO PAULO - Os ganhos de performance que poderão ser obtidos com o superjumbo A380 da européia Airbus podem ser uma ameaça ao sucesso da nova versão do jumbo 747-8I (Intercontinental), da arqui-rival norte-americana Boeing. A avaliação é de Tim Clark, presidente da Emirates Airlines, empresa que adquiriu o maior lote de A380 na indústria.

Valor Online |

Depois de 2012, a disputa será bem apertada entre os dois (modelos de aviões), afirmou o executivo. Segundo ele, se confirmada a expectativa de ganho de eficiência com a economia no peso do A380, a aeronave da Boeing pode enfrentar uma concorrência muito acirrada.

A Emirates tem negociado com a Boeing a compra de alguns aviões 747-8I, mas condiciona a aquisição à capacidade do avião de voar sem paradas entre Dubai e Los Angeles com espaço para transporte de carga que gere receita positiva. Até o momento, a fabricante norte-americana não foi capaz de assegurar esse requisito, embora afirme que tem trabalhado para atingir essa meta.

Segundo Clark, com maior capacidade, o A380 tem se mostrado uma alternativa para algumas companhias que, hoje, têm preferido o 747-8I por seu alcance. Em nossa configuração, o 747-8I poderá ter entre 360 e 370 assentos, mas o A380 poderá levar até 100 passageiros a mais, com alcance semelhante, afirma o presidente da Emirates.

(José Sergio Osse | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG