Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Perdigão vai desativar duas unidades e demitir 233 empregados

SÃO PAULO - Com o objetivo de reduzir custos e otimizar as operações, a Perdigão informou hoje que vai paralisar as atividades de duas unidades industriais - sendo uma em Minas Gerais e outra no Rio Grande do Sul -, o que acarretará na demissão de 233 funcionários. Em Minas, será desativada a unidade da Cotochés, localizada no município de Rio Casca. Parte das atividades da planta será direcionada para a fábrica de Sabará, onde serão produzidos leites fluidos, aromatizados e creme de leite.

Valor Online |

A fabricação de queijos e de requeijão será terceirizada, enquanto que a produção dos demais produtos será direcionada para as unidades de Itumbiara (GO) e Carambeí (PR).

Ao final do período de recesso da unidade, marcado para a próxima quinta-feira, 163 funcionários serão dispensados.

Já no Rio Grande do Sul, será desativada em 31 de janeiro a unidade da Elegê, instalada na cidade de Ivoti. Os cerca de 30 mil litros de leite captados diariamente com produtores locais serão direcionados para a fábrica de Teutônia.

A produção de leite pasteurizado tipo C será remanejada para as unidades de São Lourenço do Sul e Santa Rosa. Para este último município, também serão transferidas as linhas de requeijão e doce de leite, enquanto que as de queijo prato e mussarela irão para as cidades de Ijuí e Três de Maio.

O encerramento das operações em Ivoti acarretará na dispensa de 70 funcionários.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG