Tamanho do texto

A Perdigão concederá férias coletivas a 2.780 funcionários em duas unidades do Rio Grande do Sul.

Segundo informações da assessoria de imprensa da companhia, cerca de 2,2 mil trabalhadores da unidade de Lajeado pararão suas atividades por 30 dias, a partir de 23 de março. Antes disso, na unidade do bairro Cavalhada, na cidade de Porto Alegre, as atividades devem ser totalmente paralisadas de 9 de fevereiro a 11 de março, medida que deve atingir os 580 funcionários da fábrica. As paradas já eram programadas pela companhia, com o objetivo de adequar os estoques ao nível atual de demanda.

Na unidade de Lajeado, a parada técnica atingirá apenas a produção de aves. Do total de funcionários dedicados a essa atividade, a Perdigão manterá cerca de 8% a 10% para trabalhos de manutenção. A produção de suínos da fábrica seguirá inalterada. Em Cavalhada, a Perdigão produz apenas frangos.

As indústrias de aves seguem, neste primeiro trimestre, recomendação da Associação Brasileira dos Exportadores de Frango (Abef) para redução da produção destinada a exportação em cerca de 20%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.