SÃO PAULO - O pequeno Main Street Bank, com sede no estado norte-americano de Michigan, tornou-se a mais recente vítimas da crise financeira internacional. A instituição foi liquidada na noite desta sexta-feira pela Federal Deposit Insurance Corporation (FDIC), entidade que garante os depósitos dos correntistas nos EUA.

O Monroe Bank & Trust vai assumir seus depósitos.

O Main Street passa a ser a 14ª instituição financeira a fechar as portas desde o início da turbulências nos mercados financeiros. De acordo com a FDIC, o banco tinha US$ 98 milhões em ativos e US$ 86 milhões em depósitos registrados no balanço. A intervenção deve custar entre US$ 33 milhões e US$ 39 milhões à FIDC.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.