Caracas, 30 set (EFE).- A empresa Pepsi-Cola Venezuela acatou hoje a ordem da autoridade fiscal do Governo de suspender suas operações administrativas durante 48 horas, mas afirmou que cumpriu com seus compromissos fiscais.

O fechamento temporário, desde as 6h hora local (7h30 em Brasília) de hoje e até a mesma hora de quinta-feira, obedece a "diferenças" detectadas "na forma de registrar cronologicamente as faturas no livro de compras", aparentemente contrárias às dispostas pelo Serviço Nacional Integrado de Administração Aduaneira e Tributária (Seniat).

O grupo Empresas Polar, que tem entre suas marcas a divisão venezuelana da Pepsi-Cola, disse em comunicado que considera "exagerada" a sanção, mas que a acatava "em cumprimento da lei" e reiterou que "cumpriu com seus compromissos fiscais".

A suspensão se limita às atividades administrativas, por isto a medida não afetará a produção de refrigerantes, acrescentou. EFE ar/wr/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.