Nova York - A PepsiCo, segunda maior do setor atrás apenas da Coca-Cola, anunciou hoje que decidiu de forma voluntária cancelar a venda de refrigerantes com açúcar às escolas, a partir de 2012, no mundo todo.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237561772327&_c_=MiGComponente_C

A companhia explicou que a política de vendas será aplicada em todos os países em que opera e está em linha com a já em vigor nos Estados Unidos, onde seguirá como está.

A presidente da PepsiCo, Indra Nooyi, lembrou em comunicado que a companhia já tem em andamento programas em vários países para promover hábitos saudáveis entre os estudantes.

"Essa política em nível mundial será uma parte importante dessa missão, ao ampliar nossa oferta de bebidas nutritivas e de baixas calorias", afirmou Indra.

A PepsiCo diz que trabalhará com engarrafadoras, distribuidores e empresas de vendas, além de com pais e autoridades educativas, para oferecer refrigerantes com baixo conteúdo de calorias em escolas primárias e secundárias.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.