Washington, 2 out (EFE).- A presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, assegurou hoje que não tem garantias se a Câmara Baixa americana aprovará o plano de resgate financeiro amanhã, mas disse estar otimista sobre o assunto.

Na segunda-feira passada, a Câmara rejeitou uma versão inicial do plano, o que desencadeou grandes quedas nas bolsas mundiais.

Em um comparecimento perante a imprensa, a congressista democrata reconheceu que a ampliação do pacote suporá outro golpe para o já abalado déficit fiscal do país, mas considera que é a melhor medida, no momento, para enfrentar a crise.

"Preferiríamos ter gastado este dinheiro em infra-estruturas, hospitais e colégios. Mas é o melhor que temos sobre a mesa para restaurar a confiança nos mercados", disse.

A congressista democrata reiterou que as medidas incorporadas ao plano pelo Senado "beneficiam mais Main Street (a economia real de milhões de americanos) que a Wall Street", por isso acredita espera que se aprove na Câmara.

Pelosi ressaltou que a situação mudou. "Todos nos demos conta que a restrição do crédito está afetando todos os cidadãos", assinalou.

EFE pgp/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.