WASHINGTON (Reuters) - As encomendas de bens duráveis nos Estados Unidos subiram de forma inesperada em junho impulsionadas por demanda por metais, maquinário, equipamentos elétricos e produtos de defesa. A alta ocorreu mesmo com a fraqueza das encomendas na área de transportes, mostrou um relatório do governo nesta sexta-feira. O termômetro de investimento empresarial também surpreendeu positivamente, segundo o Departamento de Comércio.

As encomendas de bens duráveis subiram 0,8 por cento, após alta revisada de 0,1 por cento em maio. Excluindo os voláteis pedidos em transportes, as encomendas saltaram 2 por cento no mês passado, maior alta desde dezembro. As encomendas para o setor de defesa dispararam 10,7 por cento.

Os pedidos em segmentos de bens de capital sem fins de defesa e excluindo aeronaves, tidos como um termômetro dos gastos empresariais, saltaram 1,4 por cento após queda revisada de 0,1 por cento em maio.

Analistas ouvidos pela Reuters esperavam queda de 0,3 por cento nas encomendas de bens duráveis e baixa de 0,5 por cento nos pedidos de bens de capital não militares e excluindo aeronaves.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.