Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Pedidos de bens às fábricas dos EUA diminuíram 2,5% em setembro

Washington, 4 nov (EFE).- Os pedidos de bens às fábricas dos Estados Unidos diminuíram 2,5% em setembro, após uma redução de 4,3% no mês anterior, informou hoje o Departamento de Comércio.

EFE |

A maioria dos analistas esperava uma queda de cerca de 0,2% nas encomendas às fábricas, e o dado oficial é outra prova da abrupta desaceleração da atividade manufatureira no final de um trimestre no qual a economia registrou sua primeira contração desde 2001.

A diminuição maior que a esperada pelos especialistas reflete especialmente uma queda de 5,5% nos pedidos de bens não duráveis, que tiveram a maior contração em dois anos.

Os pedidos de bens duráveis, como artigos do lar, aviões e computadores, subiram 0,9% em setembro. Nesta linha, o grande empurrão veio de um aumento de 29,7% dos pedidos de aviões novos.

Em conjunto, as encomendas de bens de transporte, que são os mais caros por unidade, aumentaram 6,5% em setembro. Excluindo estes artigos, os pedidos às fábricas caíram 3,7% no mês passado, um número sem precedentes.

Os pedidos de bens de capital, excluindo os de uso militar e os aviões, caíram 1,5% em setembro. Retirando só os artigos de uso militar, os pedidos caíram 3,3%.

Um dado ambíguo, mas um pouco animador, foi que, em setembro, pela primeira vez em cinco meses, houve uma queda dos estoques, que foi de 0,7%. Isso mostra que os fabricantes diminuíram sua produção à espera de que a demanda, que está muito fraca, leve as reservas.

EFE jab/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG