Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Pedidos às fábricas americanas aumentam em julho

Washington, 3 set (EFE).- Os pedidos às fábricas dos Estados Unidos aumentaram 1,3% em julho devido à demanda de aviões comerciais, maquinaria pesada, ferro e aço, informou hoje o Departamento de Comércio americano.

EFE |

O número é superior ao previsto pelos analistas, que esperavam uma alta de 0,8%, sobretudo depois do aumento de 2,1% registrado em junho.

Os fabricantes viram compensada a desaceleração da economia americana com um forte aumento da demanda externa, estimulada por um dólar mais fraco que tornou seus produtos mais competitivos no mercado internacional.

O crescimento do mês de julho se deveu ao impulso da venda de aviões comerciais, que se recuperou ao passar dos 21,3% registrados em junho, para 28,1%.

Os pedidos de transporte em todas as categorias aumentaram 3,2% em julho, o que representou o melhor nível alcançado em cinco meses.

Julho foi o segundo mês consecutivo em que os pedidos de veículos a motor aumentaram, com uma alta de 0,6%, o que permitiu uma melhora no crescimento de 3,2% obtido em junho.

No entanto, este aumento foi recebido com ceticismo, com pleno conhecimento que os fabricantes de automóveis tentam sobreviver em um momento no qual a economia está debilitada e os preços da gasolina estão altos, o que dificulta a venda.

Os pedidos de bens duráveis aumentaram 1,3% em julho, conforme o esperado, enquanto os pedidos de bens não duráveis (como o combustível, os alimentos e produtos químicos) aumentaram 1,2%.

A demanda de ferro e aço aumentou 5% e os pedidos de maquinaria, 4,1%.

Apesar dos bons resultados, alguns analistas advertem que esta melhora está diretamente relacionada com as exportações e não é possível prever quanto vai durar sua expansão devido à fraqueza econômica de Europa e Japão, dois mercados fundamentais para os EUA.

Além disso, a recuperação do dólar poderia se traduzir em preços menos competitivos diante dos outros produtos estrangeiros. EFE elv/rb/rr

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG