As novas encomendas à indústria da zona do euro caíram 4,7% em outubro ante setembro e recuaram 15,1% ante outubro do ano passado, no maior declínio em base anual desde que os registros começaram, em 1997, informou a agência de estatísticas Eurostat. Economistas esperavam queda de 5% no mês e de 8,3% na comparação anual.

Em setembro, as encomendas haviam caído 5,4% ante agosto e recuado 1,9% na base anual, em dados revisados. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.