Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Pedágios de SP ficam até 11% mais caros a partir de hoje

SÃO PAULO - Os pedágios nas rodovias paulistas administradas pela Dersa e pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER) serão reajustados em 5,5760% a partir desta terça-feira. Também entra em vigor o aumento dos pedágios nas rodovias concedidas do Estado de São Paulo (Sistema Anchieta-Imigrantes), que serão reajustados em 11,52548%.

Redação |

Com o reajuste, o preço do pedágio nas rodovias D. Pedro I e Ayrton Senna passará para R$ 8,60. Na Carvalho Pinto, o pedágio custará R$ 4,90. Já quem for de São Paulo a Santos ou a São Vicente, por exemplo, terá de pagar R$ 17 - hoje, esses trechos custam R$ 15,40. Para entrar em Diadema, pela Imigrantes, os motoristas passarão a pagar R$ 1,20 (o valor atual é R$ 1). Na mesma via, no trecho Eldorado, o custo para os paulistanos vai subir de R$ 2,20 para R$ 2,40.

Os motoristas que costumam ir de São Paulo a Campinas pela Via Anhangüera vão pagar R$ 5,90 na praça do pedágio de Caieiras, em vez da atual tarifa, de R$ 5,30, cobrada na estrada cuja concessionária é a Autoban.

Com o reajuste, a concessionária Autovias passará a cobrar R$ 6 no pedágio de Batatais, para quem viaja entre Ribeirão Preto e Franca, no interior do Estado. O valor atual é de R$ 5,40. Os trechos da Via Oeste também ficarão mais caros: na Rodovia Presidente Castello Branco, os motoristas terão de pagar R$ 6 nas praças de Barueri (Marginal Leste) e Osasco (Marginal Oeste) para trafegar entre São Paulo e Sorocaba.

Com informações da Agência Brasil e Agência Estado

Leia mais sobre pedágio

Leia tudo sobre: pedágio

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG