Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Pedágio será cobrado dia 29 no trecho paulista da Régis Bittencourt

BRASÍLIA - Quem for utilizar a Rodovia Régis Bittencourt (BR-116) no estado de São Paulo neste fim de ano já vai pagar pedágio. A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) autorizou a cobrança da tarifa a partir do dia 29 de dezembro em duas das seis praças de pedágio previstas no contrato, localizadas nos municípios de São Lourenço da Serra e Cajati, no trecho paulista da rodovia.

Valor Online |

Os valores do pedágio variam de R$ 0,75 para motocicletas a R$ 9 para caminhões com reboque e caminhões-trator. Automóveis, caminhonetes e furgões vão pagar R$ 1,50.

Segundo a ANTT, a concessionária Autopista Regis Bittencourt, responsável pelo trecho, atendeu os pré-requisitos exigidos no contrato de concessão, que incluem a conclusão dos trabalhos iniciais, a construção das praças de pedágio, a disponibilização de todos os serviços de atendimento ao usuário e o levantamento dos passivos ambientais do trecho concedido.

Outros três trechos de rodovias federais que compõem a 2ª Etapa do Programa de Concessões já iniciaram a cobrança de pedágio em dezembro.

Na BR-153, que vai da divisa de Minas Gerais com São Paulo até a divisa de São Paulo com o Paraná, o pedágio foi autorizado para três praças de pedágio e custa R$ 2,60.

Os motoristas que utilizam a BR-381, entre São Paulo e Belo Horizonte (Fernão Dias) já estão pagando R$ 1,10 em duas praças de pedágio. Na BR-116, de Curitiba até a divisa de Santa Catarina com o Rio Grande do Sul, há uma praça de pedágio cobrando R$ 2,70.

(Agência Brasil)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG