O secretário do Tesouro americano, Henry Paulson, não pretende liberar os 700 bilhões de dólares postos à sua disposição pelo Congresso, para estabilizar o sistema financeiro, até que o novo presidente dos EUA, Barack Obama, assuma o cargo, em 20 de janeiro, de acordo com entrevista publicada no Wall Street Journal.

mj/tt/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.