SÃO PAULO - O secretário do Tesouro dos EUA, Henry Paulson, e o presidente do Federal Reserve (Fed), Ben Bernanke, acreditam que funcionará o plano de injetar capital diretamente nos bancos americanos. Paulson disse lamentar ter de tomar essa medida, mas avaliou como necessária para restaurar a confiança no sistema financeiro do país. Bernanke notou, por sua vez, que o plano ajudará a recuperar a confiança e colocará a economia dos EUA de volta ao caminho do crescimento saudável e vigoroso. Pela manhã, o presidente americano George W. Bush avisou que os Estados Unidos irão comprar ações em bancos com problemas.

O secretário do Tesouro dos EUA comentou que o plano se valerá de US$ 250 bilhões do pacote de US$ 700 bilhões aprovados pelo Congresso.

Segundo Bush, há necessidade de injetar capital nos bancos que pararam de emprestar dinheiro. "Esta ação não pretende assumir o mercado livre, mas preservá-lo", destacou.

Na avaliação dele, os recursos contribuirão para que bancos saudáveis continuem dando crédito para pessoas físicas e jurídicas e irão auxiliar as instituições financeiras com problemas na retomada dos empréstimos.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.