O secretário do Tesouro americano, Henry Paulson, pedirá à Câmara de Representantes, nesta quarta-feira, que aceite rapidamente seu plano de resgate do sistema financeiro, para o qual pede uma autorização para gastos de 700 bilhões de dólares.

"Devemos agir para impedir que continue a série de quebras de instituições financeiras e a paralisia do mercado de crédito, que ameaçam o bem-estar financeiro das famílias americanas, a viabilidade das empresas, pequenas, ou grandes, e a saúde de nossa economia", dirá Paulson, de acordo com trechos de seu discurso antecipados para a imprensa.

Paulson insistirá em sua convicção de que seu plano "é a única coisa eficaz que se pode fazer para ajudar os proprietários de imóveis, o povo americano, e para estimular a economia americana".

mj/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.