Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Paulson: ajuda custará centenas de bilhões de dólares

O secretário do Tesouro dos EUA, Henry Paulson, disse que o programa que está sendo alinhavado para estancar a atual crise financeira irá custar centenas de bilhões de dólares para que efetivamente atinjam os problemas nos mercados financeiros que estão, no final das contas, colocando o emprego, a poupança e os investimentos dos norte-americanos em risco. A proteção aos contribuintes será a estabilidade que esse programa de alívio dos ativos problemáticos dará ao sistema financeiro, mesmo que envolva um investimento significativo de dólares dos contribuintes, disse.

Agência Estado |

"O governo federal deve implementar um programa para remover estes ativos sem liquidez que estão pesando negativamente sobre nossas instituições financeiras e ameaçando nossa economia", disse Paulson. "Isto precisa ser grande o suficiente para fazer um diferença real", acrescentou. Na breve entrevista concedida, o secretário do Tesouro deixou muitas perguntas sem resposta.

Mais imediatamente, as agências hipotecárias Fannie Mae e Freddie Mac - que foram assumidas pelo governo no início deste mês - irão elevar o volume de compras de dívida lastreada por hipotecas, afirmou.

Para facilitar este esforço, o Tesouro irá expandir o programa de compras de ativos lastreados por hipotecas anunciado no começo do mês. "Quando entramos em um período de dificuldade, nossa próxima tarefa é melhorar a estrutura regulatória financeira de modo a evitar que tais excessos ocorram", afirmou Paulson, chamando o sistema regulatório de "subeficiente, duplicado e desatualizado". As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG