Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Paulo Bernardo diz que proposta sobre o pré-sal será levada a Lula em até 120 dias

RIO - O grupo especial criado para discutir a melhor forma de exploração dos recursos da camada pré-sal do litoral brasileiro deve levar num prazo de 90 a 120 dias uma proposta para apreciação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, revelou que a primeira reunião do grupo, do qual faz parte, deve acontecer na próxima semana e que a tendência é que haja alguma mudança na atual legislação.

Valor Online |

Se não quiséssemos mexer, não precisaria fazer nenhum grupo de trabalho. A sinalização é que queremos mudar, mas qual vai ser a mudança é precipitado dizer, pois não fizemos nenhuma reunião, ressaltou o ministro, que participou de almoço promovido pela Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing (ADVB), no Rio de Janeiro.

Bernardo evitou dar detalhes sobre as possibilidades de mudança na legislação e frisou que nada está descartado, seja a criação de uma nova estatal, seja o simples aumento das receitas advindas da exploração de petróleo.

O grupo de trabalho é formado, além de Paulo Bernardo, pelos ministros Edison Lobão, de Minas e Energia; Dilma Rousseff, da Casa Civil; e Miguel Jorge, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

(Rafael Rosas | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG