Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Participação nacional será maior

O novo pacote de encomendas para a construção da usina de Angra 3 aumentará a participação da indústria nacional no projeto. Do orçamento estimado pela Eletronuclear de R$ 7,5 bilhões para a segunda etapa de obras, o conteúdo nacional pode alcançar 70%.

Agência Estado |

Ao fim do projeto, no entanto, o índice de nacionalização cairá para cerca de 30%. Isso porque os novos pedidos se somarão às 13,5 mil toneladas de máquinas compradas para a unidade na década de 1980.

Segundo o superintendente de Gerenciamento de Empreendimentos da Eletronuclear, Luiz Manuel Messias, a carteira de encomendas prevê tanto a compra de equipamentos, quanto de serviços.

Apesar de mais de duas décadas de armazenagem, todo o material já encomendado será aproveitado. Messias garante que as peças não caíram na obsolescência e passam por um processo permanente de monitoramento e conservação, que custa US$ 20 milhões por ano.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG