O Parlamento japonês promulgou nesta quinta-feira o plano de estímulo econômico de emergência de 18 bilhões de dólares.

O Senado, controlado pela oposição, aprovou o novo gasto orçamentário, um pouco superior ao adotado na semana passada na Câmara dos Deputados, onde o primeiro-ministro Taro Aso tem maioria.

As medidas incluem respaldos financeiros aos consumidores, às empresas e aos agricultores para que a principal economia asiática enfrente a crise da economia mundial.

bur/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.