Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Parlamento da Ucrânia aprova lei que facilitará empréstimo do FMI

Kiev, 31 out (EFE) - O Parlamento da Ucrânia (Rada Suprema) aprovou hoje a lei para combater a crise apresentada pelo presidente Viktor Yushchenko, o que permitirá ao país obter do Fundo Monetário Internacional (FMI) um empréstimo de US$ 16,5 bilhões.

EFE |

A aprovação desta lei com uma série de medidas era a condição do FMI para conceder o crédito, solicitado pela Ucrânia para respaldar a estabilidade de sua economia e do sistema financeiro.

Entre as condições que o país deve cumprir se encontra a adoção de medidas de respaldo ao setor bancário e o compromisso de apresentar orçamentos equilibrados.

A crise financeira atingiu a economia ucraniana poucos meses depois que o país aderiu à Organização Mundial do Comércio (OMC), no meio de uma nova disputa política.

A Rada, dissolvida pelo presidente em 8 de outubro, conseguiu se reunir depois que Yushchenko suspendeu provisoriamente a vigência de seu decreto de dissolução e adiasse de 7 a 14 de dezembro a realização das eleições parlamentares antecipadas.

Ao mesmo tempo, o chefe de Estado declarou que a data definitiva do pleito dependerá da aprovação da lei contra a crise por parte do Parlamento, e de uma emenda aos orçamentos de 2009, a fim de garantir o financiamento do pleito extraordinário. EFE bk/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG