São Paulo, 24 - A superintendência dos portos do Paraná comunicou hoje que Paranaguá realizou hoje o primeiro embarque de álcool pelo terminal público do porto. O navio Chembulk Kobe, de bandeira de Cingapura, atracou nesta manhã para carregar cinco mil metros cúbicos de álcool hidratado carburante.

A carga, exportada pela Sabarálcool S/A, vai para o México.

Inaugurado no ano passado, na entressafra da cana-de-açúcar, o terminal entrou em operações hoje. A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) informou que o terminal, construído com recursos próprios, custou cerca de R$ 14 milhões e deve atender, sobretudo, os produtores paranaenses.

O terminal público de álcool é composto por sete tanques com capacidade total para armazenar 37,5 mil metros cúbicos de álcool. O produto será levado até os navios por meio de quatro quilômetros de dutos, sendo que o complexo possibilita o carregamento de 15 navios por mês.

Em comunicado da assessoria dos portos, o diretor técnico da Appa, André Cansian, informou que o terminal pode receber até oito caminhões simultaneamente, utilizando quatro bombas de sucção. Cada bomba tem uma capacidade de vazão de 80 metros cúbicos. Isto significa que, a cada meia hora, é possível descarregar um caminhão.

O terminal também está preparado para receber álcool em vagões (20 simultaneamente, com uma vazão de 100 metros cúbicos por hora, através de outras quatro bombas). Dos tanques para o navio, a capacidade de vazão é de 150 metros cúbicos por hora. Com capacidade para operar 17 mil metros cúbicos de álcool diariamente, o terminal localizado na Vila da Madeira está ligado ao píer público por meio de dutos de aço instalados paralelamente à linha de embarque da Petrobrás.

O Estado do Paraná é, atualmente, o segundo maior produtor nacional de cana-de-açúcar, açúcar e álcool. Na safra 2007/2008, o Estado produziu 2,8 milhões de toneladas de açúcar e 1,6 bilhões de litros de álcool. A quantidade de cana moída foi de 40 milhões de toneladas, 9% a mais que na safra anterior. Atualmente, o Paraná concentra 29 usinas e destilarias em operação, segundo a assessoria dos portos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.