Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Paraná pede ao governo apoio à comercialização da safra de trigo

São Paulo, 26 - A Secretaria de Agricultura do Paraná (Seab) informou hoje ter encaminhado ao ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, pedido de apoio à comercialização da safra de trigo. Segundo nota da assessoria de imprensa da Seab, desde a época da implantação da lavoura, em abril, os preços do trigo caíram 28,5%, o que tem deixado os produtores, que começam a colher a safra, preocupados com os preços a partir de agora.

Agência Estado |

Segundo o governo do Estado, em quatro meses a cotação caiu de R$ 41,83 a saca para R$ 29,90/saca (média em 15 de agosto).

O setor produtivo pede a liberação de Prêmio de Escoamento do Produto (PEP), para estimular a transferência do excedente de trigo da região produtora para a consumidora, e de Empréstimo do Governo Federal (EGF), para permitir a estocagem do produto até o período de entressafra. Além disso, os produtores também querem Aquisição do Governo Federal (AGF), por meio da qual a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) forma estoques de trigo pagando ao agricultor o preço mínimo de garantia, hoje de R$ 28,80/saca.

Estimulados pelo governo, que liberou recursos para plantio e elevou o preço mínimo do cereal, os triticultores cultivaram em 2008 uma área 26,5% maior. A produção brasileira é estimada em 5,4 milhões de toneladas, volume que corresponde a 50% do consumo nacional. O Paraná é o maior produtor do cereal, com 1,1 milhão de hectares cultivados este ano, aumento de 35,8%. Segundo a Seab, a produção do Estado deverá ser de 2,8 milhões de toneladas, aumento de 49%.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG