Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Paraguai quer vender energia

O Paraguai quer ter liberdade para negociar diretamente no mercado brasileiro a parte da energia produzida na usina hidrelétrica de Itaipu que lhe cabe. A afirmação foi feita ontem pelo vice-ministro das Relações Econômicas e de Integração do Paraguai, Oscar Rodríguez Campuzano.

Agência Estado |

"Queremos negociar Itaipu no mercado brasileiro, mas negociando nós mesmos, diretamente, e não por Furnas", disse na VII Reunião Extraordinária do Conselho do Mercado Comum.

Os paraguaios atualmente negociam com o governo brasileiro o reajuste do preço que recebem pela energia de Itaipu. Mas, para o ministro, conseguir a livre negociação da energia é até mais importante que discutir preço.

O Paraguai tem direito à metade da energia da hidrelétrica, mas usa apenas 5%. O restante é vendido ao Brasil por meio da estatal Furnas. A energia é revendida a um conjunto de distribuidoras brasileiras que têm cotas compulsórias. "Hoje não participamos da venda. Só recebemos o repasse de recursos que não representa o valor da energia" disse.

Leia tudo sobre: itaipu

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG