Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Para Quadros, do Ibre, IPCA fechará o ano pouco abaixo de 6,5%

SÃO PAULO - A inflação oficial medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deve fechar 2008 abaixo o teto da meta (de 6,5%), mas bem próximo dele, entre 6,35% e 6,40%. A estimativa foi feita hoje por Salomão Quadros, coordenador de análises econômicas do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Valor Online |

"É bom lembrar que a meta de inflação não está assegurada e que não há semelhança entre o que ocorre no Brasil e a deflação americana", disse Quadros, lembrando que a desaceleração de 0,60 ponto percentual no Índice Geral de Preços de Mercados (IGP-M), divulgada por ele hoje, para alta 0,38% em novembro, "não deve ser entendida" da mesma maneira que a deflação no atacado verificada nos EUA.

"Não se pode falar em cenário de deflação quando há questionamento sobre fechamento da inflação dentro da meta", brincou hoje o coordenador. Para ele, a desaceleração dos preços não é "página virada".

Ainda que alguma desaceleração da economia local entre na conta dos preços domésticos, Quadros diz que é preciso cautela nesse sentindo, inclusive em relação a uma política fiscal anticíclica, que, segundo ele, tem de ser feita de forma "pensada" e não "desesperada".

(Bianca Ribeiro | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG