Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Para presidente da Ford, eleições no Brasil não devem afetar negócios

BRASÍLIA - O governo brasileiro conduziu o país para a estabilidade econômica e as eleições deste ano não devem gerar riscos para os negócios no Brasil. A afirmação foi feita hoje pelo presidente mundial da Ford, Alan Mulally.

Valor Online |

BRASÍLIA - O governo brasileiro conduziu o país para a estabilidade econômica e as eleições deste ano não devem gerar riscos para os negócios no Brasil. A afirmação foi feita hoje pelo presidente mundial da Ford, Alan Mulally. "Fiquei muito satisfeito com o trabalho do governo brasileiro de buscar um ambiente de negócios e econômico bastante sustentável", afirmou o executivo, enfatizando que, mesmo que haja troca de liderança, não observa riscos econômicos para o país. O ânimo de Mulally vem do aquecimento do mercado de automóveis no Brasil. "Estamos muito contentes com o Brasil, porque os produtos da Ford estão vendendo mais. Vamos continuar criando oferta para atender à demanda em alta", disse. Mulally se reuniu hoje com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e anunciou que a Ford vai ampliar de R$ 4 bilhões para R$ 4,5 bilhões os investimentos previstos para o Brasil no período de 2011 a 2015, o maior volume já aplicado pela empresa em suas operações no Brasil em um período de cinco anos. Em nota, a montadora afirma que o foco do mais recente investimento no país é o desenvolvimento de um novo veículo global. Mulally afirmou que o Brasil foi eleito um dos cinco países que vai desenvolver a próxima geração do utilitário esportivo EcoSport, que será produzida localmente para o mercado brasileiro e para exportação. O executivo, no entanto, não informou quais são os outros países escolhidos, e disse que a maior parte dos investimentos no Brasil vai para a unidade de Camaçari, na Bahia, sem especificar o montante. "Nós não vemos nenhum risco para nossos negócios no Brasil, onde já operamos há mais de 90 anos com bastante sucesso. Estamos muito confiantes na liderança do país. Nosso comprometimento com o Brasil é a longo prazo", se animou o presidente da Ford. (Azelma Rodrigues | Valor)
Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG