Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Para Mantega, recuo na produção industrial em outubro não surpreende

BRASÍLIA - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse hoje que a queda da produção industrial em outubro não surpreende, porque já era prevista uma desaceleração na economia brasileira a partir de outubro. Ele observou, no entanto, que essa desaceleração será lenta e não brusca como está ocorrendo nos Estados Unidos, por exemplo.

Valor Online |

O ministro fez questão de esclarecer que, apesar de notícias dando conta de que a economia americana já está em recessão, tecnicamente, a recessão só será declarada se os Estados Unidos registrarem mais um trimestre de contração econômica. Ele lembrou que até agora os EUA registraram apenas um trimestre com variação negativa do Produto Interno Bruto (PIB).

Segundo Mantega, a economia brasileira registrou bom desempenho até setembro, mas o agravamento da crise financeira mundial em outubro prenunciava um menor ritmo de crescimento.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostraram que a produção industrial recuou 1,7% em outubro perante o mês anterior, quando subiu 1,5%, na série com ajuste sazonal. No comparativo com outubro de 2007, houve expansão de 0,8%, a menor taxa de expansão neste tipo de comparação desde dezembro de 2006 (0,3%).

"Em outubro, a crise nos trouxe alguns problemas, como a redução de crédito", disse Mantega. "É natural que em outubro, novembro e dezembro haja uma desaceleração da economia", acrescentou, reiterando, no entanto, que o governo continua otimista.

Mantega deu essas declarações há pouco, depois de reunião de quase duas horas com o presidente do Senado, Garibaldi Alves, e líderes de partidos. Eles conversaram sobre a Medida Provisória que o governo enviará ao Congresso com perdão de dívidas tributárias de até R$ 10 mil contraídas por pessoas físicas e empresas até 2003.

(Azelma Rodrigues | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG