Tamanho do texto

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva abriu o seu discurso na reunião ampliada do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES) destacando a redução da pobreza e o desenvolvimento econômico no País. O crescimento que está acontecendo no Brasil não é um vôo de galinha, como diria um economista, mas o de uma águia que pode voar mais alto do que estava acostumada, afirmou.

A uma platéia formada por ministros, líderes da base aliada, empresários e sindicalistas, Lula avaliou que os números favoráveis na economia são resultado do esforço de diversos setores. Lula explicou que resolveu fazer essa reunião ampliada para mostrar um "retrato" completo do que ocorre na economia brasileira.

"Tudo isso tem o dedo do Congresso, dos trabalhadores, dos empresários, dos governos federal, estadual e municipal e da imprensa. Cada um de nós deu uma contribuição para chegarmos a esse dia e ver esses números que muitos não imaginavam", disse Lula, numa referência aos dados de aumento de investimentos da Petrobras apresentados pelo presidente da estatal José Sérgio Gabrielli e a um estudo apresentado pelo pesquisador Marcelo Néri, da Fundação Getúlio Vargas (FGV), que revela um aumento da classe média brasileira e a redução das classes D e E. No estudo do pesquisador, a parcela da classe C subiu 22,8% de abril de 2004 a abril de 2008 e as classes A e B cresceram, no mesmo período, 33,6%.

Leia mais sobre Lula

    Leia tudo sobre: lula