Bretton Woods 2 - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Para enfrentar crise, Europa insiste em Bretton Woods 2

Os presidentes da França, Nicolas Sarkozy, e da Comissão Européia, José Manuel Durão Barroso, buscam apoio para a convocação de uma cúpula destinada a refundar o sistema financeiro internacional. O evento, que deverá ocorrer logo após as eleições nos Estados Unidos, já está sendo chamado de Bretton Woods 2, em referência à conferência que, em 1944, criou o atual sistema.

Agência Estado |

"Estamos enfrentando o pior e, se não tomarmos atitudes amplas, será fatal", disse Sarkozy.

Depois de ir aos Estados Unidos para convencer o presidente George W. Bush a convocar a conferência, a liderança européia agora vai aos países emergentes (Brasil, China, Índia, Rússia, México e África do Sul). O governo inglês já fez contato com o Brasil para coordenar posições. Ontem, no Parlamento Europeu, Sarkozy disse que não é mais possível ignorar os países emergentes na formulação das novas propostas. "Eles são parceiros essenciais", afirmou. "A China é uma potência em termos de capital disponível e certamente precisa estar envolvida na recriação do sistema."

Nesta semana, Sarkozy e Barroso vão participar da Cúpula Ásia-Europa, em Pequim, e aproveitar para convencer indianos e chineses a assumir parte da responsabilidade na formulação do novo sistema. Com reservas de US$ 1 trilhão, a China até agora não disse se está disposta a participar. Os indianos vem se mantendo discretos também. Nos bastidores, os emergentes têm demonstrado a intenção de não participar se não tiverem voz e voto e o peso dos ricos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG