Tamanho do texto

RIO - O diretor de Normas do Banco Central (BC) , Alexandre Tombini, elogiou o sistema regulatório do setor de crédito no Brasil e afirmou que as regras existentes no país contribuem para minimizar os efeitos da turbulência global na economia nacional. Tombini revelou que, no cenário internacional, práticas inadequadas no tratamento das carteiras de crédito colaboraram para aprofundar a crise.

" A regulação prudencial do Brasil se destaca em relação a algumas outras jurisdições " , afirmou Tombini, que participou da abertura do World Consumer Credit Reporting Conference (WCCRC), no Rio de Janeiro, e deixou o evento sem falar com a imprensa.

O diretor foi enfático ao afirmar que características típicas do sistema brasileiro evitaram um alastramento da crise no setor de crédito no país. Como exemplos, citou a menor exposição a riscos nas carteiras de crédito e as estruturas qualitativas de análise.

" Essas são características que, eu creio, têm ajudado o Brasil a transmitir uma certa tranqüilidade nesse período de grande turbulência internacional " , frisou Tombini.

(Rafael Rosas | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.