Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Pânico retorna com tudo às bolsas asiáticas; HK -4,8%

O pânico verificado na semana passada nas bolsas mundiais voltou com toda força nos mercados asiáticos. As bolsas da região reagiram no mesmo tom às históricas quedas em Wall Street.

Agência Estado |

Os investidores mostraram extrema preocupação com o risco de que a recessão nos países desenvolvidos seja maior e mais longa do que se imagina. Mas houve atenuantes em alguns mercados, por conta da presença dos caçadores de ofertas. Este foi o caso da Bolsa de Hong Kong, que chegou a cair 8,9% durante o pregão, mas fechou com baixa menor. O índice Hang Seng perdeu 767,78 pontos, ou 4,8%, e terminou aos 15.230,52 pontos.

Já as Bolsas da China fecharam em baixa pelo terceiro pregão seguido. O índice Xangai Composto caiu 4,3% e encerrou aos 1.909,94 pontos. Já o Shenzhen Composto perdeu 4,7% e terminou aos 500,30 pontos. Yuan - Realizações de lucros ao final do dia no dólar fizeram o yuan recuperar as perdas e fechar em ligeira alta ante a moeda norte-americana. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,8319 yuans, de 6,8322 yuans do fechamento de ontem.

Influenciada ainda pelas demais bolsas regionais, a Bolsa de Taipé, em Taiwan, apresentou nova queda, tendo o menor volume de negociações em mais de quatro anos. O índice Taiwan Weighted perdeu 3,3% e encerrou aos 5.075,97 pontos. Na Bolsa de Seul, na Coréia do Sul, a queda do índice Kospi foi a maior em sete anos. O índice perdeu 9,4% e fechou aos 1.213,78 pontos. A Bolsa de Manila, nas Filipinas, também ficou perto de anular os ganhos obtidos no começo da semana. O índice PSE Composto baixou 5,2% e encerrou aos 2.122,37 pontos. Na Austrália, o segundo dia consecutivo de queda eliminou a maior parte do que a Bolsa de Sydney havia ganhado no começo da semana. O índice S&P/ASX 200 declinou 6,7% e fechou aos 4.013,4 pontos.

A Bolsa de Cingapura teve forte baixa, uma vez que investidores na Ásia procuraram se proteger após Wall Street ter apresentado o maior declínio em 21 anos. O índice Straits Times caiu 5,3% e fechou aos 1.951,20 pontos. O mercado indonésio recuou, afetado pela desvalorização da rupia e quedas nos mercados acionários globais em meio a preocupações sobre a economia americana. O índice composto da Bolsa de Jacarta caiu 3,8% e fechou aos 1.463,25 pontos. Na Tailândia, o índice SET da Bolsa de Bangcoc cedeu 0,8%, aos 477,73 pontos. O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, perdeu 3,1% e fechou aos 920,02 pontos. A baixa foi motivada por vendas de papéis de primeira linha. As informações são da Dow Jones

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG