SÃO PAULO - A Palm teria contratado bancos para procurar compradores para a companhia. Segundo agências de notícias americanas, as instituições contratadas teriam sido o Goldman Sachs e o Qatalyst Partners.

SÃO PAULO - A Palm teria contratado bancos para procurar compradores para a companhia. Segundo agências de notícias americanas, as instituições contratadas teriam sido o Goldman Sachs e o Qatalyst Partners. Na semana passada, circularam rumores de que a chinesa Lenovo e a taiwanesa HTC estariam interessadas na aquisição e prestes a fazer uma oferta pela empresa. Os resultados da Palm têm sido duramente afetados pela concorrência de seus smartphones com o iPhone e o Blackberry. Os analistas sugerem que os interessados devem ofertar no mínimo US$ 1 bilhão pela Palm, cujo valor de mercado se encontra no patamar dos US$ 870 milhões, considerando o preço de fechamento do último pregão. Diante das notícias, as ações da companhia há pouco avançavam mais de 17% em Wall Street. (Vanessa Dezem | Valor com agências internacionais)
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.