Os países em desenvolvimento buscam um compromisso que possa desbloquear o estancamento no qual se encontram as negociações sobre a Rodada de Doha para a liberalização do comércio, declarou nesta quarta-feira a ministra indonésia do Comércio, Mari Pangestu.

O secretariado dos Grupo dos 33 (G33) países em desenvolvimento quer organizar uma reunião de altos funcionários para chegar a um acordo, indicou Pangestu, durante um encontro de ministros da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean), realizada em Cingapura. A Indonésia coordena o G33.

As negociações de julho em Genebra fracassaram por causa de uma disputa entre a Índia e os Estados Unidos sobre o mecanismo especial de salvaguarda que permitiria aos países impor uma tarifa especial aos produtos agrícolas se as importações aumentassem ou se os preços subissem.

Índia e outros países em desenvolvimento queriam que este mecanismo fosse ativado em um nível menor de alta das importações para proteger seus milhões de agricultores pobres.

Os Estados Unidos se negaram a aceitar a proposta indiana de que as nações em desenvolvimento poderiam aumentar suas tarifas em 25% adicionais sobre os produtos agrícolas se as importações aumentassem 15%.

Washington insistiu que as tarifas adicionais deveriam ser aplicadas se as importações aumentassem 40%.

mba/skj/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.