Os 21 países membros do Foro de Cooperação Econômica Ásia Pacífico (Apec) assumiram em uma declaração comum publicada nesta quinta-feira em Lima o compromisso de manter uma posição firme contra qualquer tentativa de protecionismo em reação à crise financeira mundial.

"Vamos manter uma posição firme contra qualquer sentimento protecionista que possa surgir da crise, e vamos insistir com o processo de reforma e de liberalização do comércio e do investimento", afirmaram os países da Apec em sua declaração, preparada durante a 20ª reunião ministerial do foro.

Segundo o texto, os países do bloco Ásia-Pacífico também se comprometem a "desempenhar plenamente" seu papel na promoção "do crescimento e do desenvolvimento".

Além disso, os ministros reunidos em Lima recomendaram aos chefes de Estado e de governo da Apec, que se reunirão neste fim de semana, "apoiarem firmemente a declaração do G20 de Washington e reforçarem o compromisso de frear a edificação de novas barreiras ao comércio e o investimento".

lth/yw

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.