Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Países da América Latina devem US$ 2,5 bi ao BNDES

RIO DE JANEIRO - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou que os pagamentos que têm a receber pela linha de crédito à exportação de bens e serviços brasileiros para a América Latina somam hoje US$ 2,5 bilhões. Essa linha, que tem um contrato questionado pelo governo do Equador junto à Câmara de Comércio Internacional (CCI), ao longo dos últimos 12 anos desembolsou ao todo US$ 3 bilhões, segundo o vice-presidente do BNDES, Armando Mariante.

Agência Estado |

"Nunca houve uma inadimplência", afirmou Mariante. Ele observou que mesmo o Equador está adimplente e o que ocorreu é que aquele país pediu arbitragem à CCI sobre um contrato. "O Equador não deu calote", disse.

O presidente do BNDES, Luciano Coutinho, rebateu notícias de que Venezuela, Bolívia e Paraguai estariam ameaçando também recorrer à arbitragem para não pagar ao banco. "Não nos consta que outros países queiram fazer isso", declarou Coutinho.

Ele disse também que há um conjunto de garantias ao BNDES nesses empréstimos, que incluem o Seguro de Crédito à Exportação (SCE) pelo Fundo de Garantia à Exportação (FGE), do Tesouro Nacional, e também contam com o "mitigador de risco" Convênio de Pagamentos e Créditos Recíprocos (CCR) entre os bancos centrais dos países da América Latina.

Leia tudo sobre: bndes

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG