Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

País exportou US$ 4,6 bi em carne bovina no ano, diz Abiec

A receita com as exportações brasileiras de carne bovina cresceu 26,1% no acumulado do ano até o mês passado, para US$ 4,6 bilhões, informou hoje a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec).

Agência Estado |

 Já o volume exportado de janeiro a outubro de 2008, teve queda de 12,5% para 1,21 milhão de toneladas. Apenas no mês de outubro, as exportações brasileiras aumentaram em 33,8% para US$ 549,5 milhões na comparação com o mesmo mês do ano passado, segundo a Abiec.

O volume embarcado no mês passado, no entanto, recuou para 7,2% para 124,5 mil toneladas na comparação com outubro de 2007.

Segundo estimativa apresentada hoje pelo do presidente da Abiec, Roberto Gianetti da Fonseca, as exportações brasileiras de carne bovina devem encerrar este ano somando US$ 5,7 bilhões.

O novo número supera em US$ 200 milhões a estimativa anterior, que era de US 5,5 bilhões. "A crise ainda não deu sinal nas estatísticas das exportações do setor. As ordens de vendas, em sua maioria, não estão sendo canceladas", disse Gianetti.

Europa

O representante das indústrias exportadoras aposta na recuperação do mercado europeu em 2009 e acredita que o Brasil poderá exportar cerca de US$ 1,5 bilhão para os 27 países da União Européia (UE) no próximo ano. "Hoje, as vendas do Brasil representam apenas 20% das importações européias de carne bovina. Acreditamos que podermos ampliar a participação já em 2009".

Entre janeiro e outubro do ano passado, o Brasil exportou para a Europa 359 mil toneladas de carne bovina, que representava na época 65% das importações do bloco. Entre janeiro e outubro deste ano, foram embarcadas apenas 80 mil toneladas. A forte queda nas exportações se deve a suspensão das compras européias por conta de restrição ao sistema de rastreabilidade da carne bovina implantado no Brasil.

Leia tudo sobre: carne exportação

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG