São Paulo, 23 mar (EFE).- O presidente do Governo regional do País Basco (norte da Espanha), Patxi López, anunciou hoje que vai dar início a intercâmbios de delegações empresariais brasileiras e bascas, visando o estabelecimento de negócios.

López comandou em São Paulo, nesta terça-feira, uma reunião entre mais de cem diretores que compõem a missão empresarial que, junto com o governo por ele presidido, estão esta semana no Brasil. Também participaram alguns empresários brasileiros.

O titular do Executivo basco disse que delegações brasileiras vão visitar o País Basco para que conheçam as empresas locais.

Também serão elaboradas "delegações específicas de empresas bascas para que tragam ao Brasil propostas concretas em assuntos nos quais vão ser feitos grandes investimentos".

Segundo López, os bascos vieram ao Brasil porque querem "participar do esforço" para fazer progredir o país, porque não são "entidades sem alma que viajam pelo mundo recolhendo benefícios conjunturais sem importar com o que virá em troca".

O político insistiu em seu discurso que "o bom desempenho da economia só é possível com um esforço coletivo que requer a conjunção de muitas forças: educação, pesquisa, inovação, instituições eficazes, entidades financeiras, empresários empreendedores e trabalhadores qualificados".

E nisso, o País Basco, garante López, é "um país sério, com uma rede empresarial ágil, eficaz e competitiva", e está preparado para aproveitar as oportunidades.

O presidente do Governo acrescentou ainda que a comunidade autônoma basca tem uma "administração pública respeitada e solvente", com uma classificação de risco de triplo "A", de máxima solvência.

López afirmou que oferece o País Basco como "a primeira escala" para que as empresas brasileiras possam "transitar pelo continente europeu" e que, pelas reuniões que mantém no Brasil, "já começaram a avaliar possíveis oportunidades" de colaboração. EFE jn/fm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.