Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Pacotes de Obama tem potencial para evitar o pior, diz Kupfer

SÃO PAULO - O colunista de economia do iG, José Paulo Kupfer, conversou com internautas em um chat realizado na tarde desta sexta-feira. Kupfer comentou os pacotes econômicos lançados pelo governo de Barack Obama, nos EUA, e os efeitos da crise no Brasil.

Redação |

O pacote de estímulo à economia [do governo Obama], depois das negociações, não saiu tão forte quanto se espera. Mas tem potencial, aparentemente, para ajudar a evitar o muito pior e, enfim, reverter a situação, avaliou Kupfer. Segundo o colunista, a crise econômica está alastrada, e a tendência seria, com o tempo e os esforços continuados dos governos, desalastrar aos poucos.

Kupfer comentou a tendência protecionista nos Estados Unidos: Obama não parece muito interessado, além dos efeitos retóricos, de ir contra isso, o que teria um impacto negativo para as exportações brasileiras. No entanto, segundo o colunista, se o presidente dos EUA conseguir recuperar a economia americana e puxar a economia mundial, o setor exportador brasileiro irá na onda. O impacto aí seria positivo, disse Kupfer.

Perguntado sobre as ações do governo Lula frente à crise, Kupfer afirmou que o governo está tentando fazer direito, mas não se sabe se de fato conseguirá. No discurso, está mais otimista do que os fatos indicam. Mas esse otimismo é a profissão de um presidente. A gente é que deve saber separar as coisas. E olhar a ação, disse aos internautas.

Para o colunista, sinais de recuperação estão aparecendo na economia brasileira, como a produção do setor automobilístico, em janeiro, que dobrou em relação a dezembro de 2008. No entanto, Kupfer avisa que é preciso estar atento aos comparativos, pois, em relação a dezembro de 2007, a produção caiu um terço.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG