Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Pacote para montadoras pode sair hoje

O governo dos Estados Unidos está em vias de fechar o pacote de socorro de emergência para as três maiores montadoras do País. A expectativa é que o Congresso vote ainda hoje um repasse de cerca de US$ 15 bilhões para Ford, General Motors e Chrysler.

Agência Estado |

O pacote utilizaria os recursos de um programa já existente de apoio às montadoras para o desenvolvimento de carros com uso mais eficiente de combustível. Em troca do dinheiro, as montadoras teriam de concordar com termos similares aos que as instituições financeiras aceitaram para receber os US$ 700 bilhões de ajuda.

Segundo uma fonte ligada ao Congresso, alguns desses termos seriam: limitar o pagamento dos principais executivos, parar de pagar dividendos, dar parte dos ganhos futuros ao governo e garantir que os contribuintes sejam reembolsados antes de qualquer outro acionista.

O senador democrata Chris Dodd, conselheiro do Comitê Bancário, afirmou no domingo que o presidente da General Motors, Rick Wagoner, "deveria sair de lá" como parte do programa de reestruturação do governo. "Acho que vocês deveriam considerar uma nova liderança", disse Dodd.

O porta-voz da GM, Steve Harris, afirmou que a empresa aprecia o apoio do senador Dodd ao pacote, mas acrescentou que "os empregados da GM, fornecedores, clientes e a diretoria acreditam fortemente que Rick é a pessoa certa para dirigir a GM durante esses incrivelmente difíceis e desafiadores momentos. "

Uma fonte da Casa Branca afirma que ainda há detalhes indefinidos no pacote. Enquanto os congressistas discutiam, o presidente eleito, Barack Obama, reafirmou a sua posição de que as montadoras americanas deveriam sobreviver à crise. Ele acusou os executivos da indústria de não tomar uma posição e ficar "com a cabeça enfiada na areia", atitude que impediu suas empresas de se tornarem mais competitivas no passado. O programa de socorro ao setor automobilístico pode também incluir um conselho para supervisionar a provisão de recursos e verificar se alguma dessas empresas está falhando no processo de recuperação.

Animados com a proximidade do anúncio do pacote, investidores fizeram as bolsas ao redor do mundo terem um resultado melhor que o da semana passada. A média de alta das ações do Índice Dow Jones ficou acima dos 250 pontos. No Brasil, a Bovespa teve alta de 8,31%. A Bolsa de Tóquio avançou 5,20%. Na China, Xangai teve elevação de 3,57%.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG