Tamanho do texto

Após quase oito horas de discussões entre democratas e republicanos, o Comitê de Apropriações da Câmara dos EUA aprovou, na noite de quarta-feira, o projeto da Lei para Recuperação Americana e Reinvestimento de 2009, que prevê medidas de estímulo à economia de US$ 825 bilhões.

É o primeiro passo para a aprovação do projeto, que ainda precisará ser examinado por outros comitês da Câmara antes de ser aprovado em plenário e pelo Senado para ser enviado ao presidente Barack Obama.

As discussões foram marcadas por desentendimentos entre os dois partidos, com os republicanos discordando por várias vezes de detalhes da legislação desenhada pelos democratas.

O republicano da Califórnia, Jerry Lewis, membro do comitê, disse que os democratas queriam simplesmente aumentar o tamanho do governo, enquanto os republicanos eram favoráveis a uma combinação mais equilibrada entre redução de impostos e gastos em projetos de infraestrutura. A maioria democrata prevaleceu e o projeto aprovado prevê US$ 550 bilhões em gastos e US$ 275 bilhões em isenções fiscais.

Espera-se que o pacote seja votado na Câmara na próxima semana e a expectativa dos democratas é que até meados de fevereiro o projeto tenha sido aprovado pelas duas casas do Congresso. As informações são da Dow Jones.

Leia também:

Leia mais sobre crise financeira