Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Pacote de estímulo do Senado dos EUA passa de US$ 800 bilhões

SÃO PAULO - A nova versão do projeto para a recuperação da economia dos EUA deve elevar o déficit em US$ 838 bilhões em dez anos, estima o Departamento do Orçamento do Congresso do país. O Senado americano deve votar hoje o texto.

Valor Online |

O montante é menor do que os US$ 885 bilhões previstos pelo organismo para o custo do projeto original do Senado, mas ainda supera a proposta de estímulo econômico aprovada pela Câmara duas semanas atrás, destacou a rede de notícias CNN.

O plano do Senado destina recursos para uma série de propósitos, como um crédito fiscal de US$ 15 mil para compradores de imóveis residenciais e US$ 3,4 bilhões para reparar parques públicos.

"Não posso dizer com 100% de certeza que tudo neste plano vai funcionar exatamente como esperamos", afirmou ontem o presidente dos EUA, Barack Obama. "Mas posso dizer com total confiança que a demora e a paralisia em Washington diante da crise só trará um desastre ainda maior", completou.

Se o pacote for aprovado hoje, o Senado enviará sua versão da legislação para uma sessão com a Câmara, que deu sinal verde a seu próprio plano de estímulo no fim de janeiro, envolvendo US$ 819 bilhões.

Apesar de as propostas serem semelhantes em escopo, possuem diferenças. A versão do Senado inclui, por exemplo, mais de US$ 100 bilhões em benefícios fiscais.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG